Seguidores

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Tribunal Eleitoral arquiva processo contra vereador

A investigação solicitada pelo Ministério Público Eleitoral contra o vereador Professor Galdino (PSDB) foi julgada improcedente pela Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). O parlamentar foi acusado de usar indevidamente o gabinete durante as eleições de 2010, quando foi candidato a deputado estadual.
O acórdão da decisão diz que “não há nos autos prova robusta e incontroversa do abuso cometido pelo investigado, tampouco comprovação de que os fatos narrados tiveram influência no processo eleitoral de 2010, ao ponto de ensejar a punição do investigado com a aplicação das sanções do inciso XIV, do art. 22, da LC nº 64/90”.
Para o Professor Galdino, a decisão reforça a confiança que ele deposita na Justiça. “Eram denúncias vazias, acusações infundadas. O TRE-PR é feito de pessoas competentes, que não estão aí para ficar brincando com as leis, nem com o mandato dos representantes do povo, como tentaram meus ex-funcionários. As acusações maldosas prejudicaram a imagem da instituição e me jogaram contra os outros vereadores. A verdade apareceu”, reforça o vereador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário